Como utilizar o Fluído Oxiplasma e o Líquido Refrigerante?

Se você quer que a sua mesa de corte a plasma tenha rendimento máximo, sem parar para manutenção ou sem prejudicar a saúde dos operadores, uma das principais coisas a se atentar é ao fluído oxiplasma e/ou ao líquido refrigerante. Eles garantem que as peças sejam cortadas sem danos à mesa/peça, aos consumíveis ou aos operadores.

O fluído para oxiplasma Metalique é um líquido especialmente desenvolvido para ser usado em oxiplasmas de qualquer marca ou modelo. Ele protege a mesa contra ferrugem, tem resistência microbiológica (que impede o aparecimento de larvas e mosquitos - dengue) e não atrapalha a visibilidade nas operações devido à sua transparência.


Sua composição confere odor agradável e alto nível de aceitação por parte dos operadores. Não causa problemas dermatológicos (não irrita a pele), tem emulsão instantânea e estável e ausência de espuma e névoa.


Ele não emulsifica óleos contaminantes, além de não necessitar troca, somente compensação de nível (não deixar em contato com matéria orgânica ou chuva, ou será necessária a troca).

Sua proporção de uso é 1,5%. Por exemplo: Em uma cuba com mil litros de água, deverá ser adicionado 15 litros de fluído oxiplasma.


Já o líquido refrigerante da tocha é uma mistura de água deionizada, etileno ou propileno glicol para baixar o ponto de congelamento. Muitas oficinas usam apenas água deionizada, caso não haja risco de congelamento. A água deionizada deve ser usada porque não contém íons condutivos que podem causar problemas no sistema. O etileno (ou o propileno glicol) é o mesmo agente usado nos sistemas de resfriamento automotivo. Contudo, o anticongelante automotivo jamais deve ser usado em um sistema a plasma. A maioria dos anticongelantes comerciais tem materiais que estancam pequenos vazamentos. Isso os torna inadequados para uso em uma tocha a plasma.


Nossos vendedores podem auxiliá-lo quanto ao uso correto. Entre em contato!

379 visualizações

Posts recentes

Ver tudo